Saga da Reforma (Parte 3): Por onde começar ? Planejamento inicial e a emissão da ART

Cozinha antes da reforma by Cantinho da Tarsi

Agora, vamos começar a obra!

Desde o início, infelizmente, por questão financeira, não contratamos o serviço de arquiteto ou designer de interiores para elaborar o projeto do nosso apartamento. Eu digo “infelizmente”, pois nós sabemos a importância desses profissionais e a diferença que o trabalho deles faz na reforma e montagem da casa.

Então, eu e o meu noivo conversamos bastante e fomos arquitetando nas nossas cabeças como seria o nosso apartamento. Tivemos bastante ajuda do Pinterest e do Google.

No nosso apartamento recém-construído, vieram: as janelas blackout dos 3 quartos, uma porta de correr que divide a sala e a sacada, os pisos das áreas frias (cozinha, área de serviço e dois 2 banheiros), os revestimentos dos banheiros juntamente com a cuba e um tanque da área de serviço.

No começo, pensamos em manter tudo que a construtora havia colocado e fazer somente o piso que faltou da sala e dos quartos. Se tivéssemos feito isso, teríamos economizado MUUUUITO, mas ainda bem que resolvemos mudar de ideia. Com certeza, ficaríamos arrependidos de deixar do jeito que estava ou mesmo que tivéssemos optado por trocar no futuro, ficaria difícil de fazer a obra com nós dois morando no apartamento.

Assim, mudando o nosso plano inicial, resolvemos trocar todos os pisos e revestimentos da parede. A troca das pias dos banheiros e da cozinha, nesse momento, pensamos em deixar mais para frente.

Na foto de cima, dá para ver o piso da construtora: de cerâmica na cor banca, com espaçamento mais largo que sujava fácil e difícil de limpar. Nossa, como era feio demais…horrível. Essa pia também era muito feia e a troneira que não parava de pingar água. Enfim, achamos tudo um coco.

Mesma coisa com os banheiros: mesmo piso utilizado na cozinha, com espaçamento largo, revestimento da parede e a pia:
Banheiro antes da reforma 1 by Cantinho da TarsiBanheiro antes da reforma by Cantinho da Tarsi

Depois de termos decidido o que fazer era só contratar o pedreiro e bora começar a obra! Mas não! Aqui começou a burocracia de optar por morar em um apartamento…

Para assegurar a segurança do prédio e de todos os moradores, é obrigatório a entrega do documento chamado ART ou RRT, no qual é registrado os detalhes da obra do que será feito e as informações do profissional responsável pela obra e sua fiscalização. É necessário a apresentação desse documento, geralmente para o síndico, que analisa e aprova o início da obra.

Para quem não sabe, a ART é a Anotação de Responsabilidade Técnica de Obras e Serviços, emitido por engenheiro devidamente registrado no CREA,  e o RRT é o Registro de Responsabilidade Técnica, emitido  por arquiteto ou profissionais da área registrado no CAU. Para maiores informações é só procurar no Google huhu.

Essa é a etapa burocrática e necessária. Já pensou se alguém derruba uma parede estrutural que sustenta o prédio? É melhor tomar precauções para não colocar em risco a estrutura do prédio e consequentemente a vida das pessoas, né?

Para a emissão desse documento, fizemos orçamento com alguns profissionais liberais e empreiteiras. O valor varia de R$ 300,00 até R$ 1.000,00 (só a emissão).

Nós fechamos com um engenheiro, amigo da minha mãe, que fez a emissão da ART e a parte da mão de obra, por um valor muito bom. Apesar de termos tido dor de cabeça com esse engenheiro, acabamos economizando MUITO nessa parte!

E a saga continua…

Anúncios

Saga da Reforma (Parte 2): Instalação da Luz e a 1ª Refeição com a Luz Acesa

Saga da Reforma parte 2. by Cantinho da Tarsi

Continuando a Saga da Reforma (quem perdeu o 1º post sobre a instalação da janela da área de serviço clica aqui)… Por termos comprado um apartamento novo, tivemos que solicitar a AES Eletropaulo para fazer a ligação nova para lá.

A solicitação pode ser feita por telefone ou online. Para solicitar online foi fácil, mas acabou dando problema por conta do número do endereço. Para construir o prédio, a construtora comprou algumas casas e por conta disso, apesar de informar o número principal do prédio e que a ligação seria para o APARTAMENTO, a Eletropaulo se confundiu e achou que nós estávamos solicitando a ligação para CASA e não realizou o serviço. Tivemos que ligar para explicar a situação para que pudessem fazer a instalação.

Acho que todo o trâmite levou menos de 2 semanas, mas no final deu certo. Assim que recebemos a confirmação de instalação, fomos lá depois do trabalho para ver se realmente haviam instalado e aproveitamos o nosso 1º jantar com a luz acesa. Levamos um bentô (marmita) do Bistro Kazu , que é uma delícia. Obs. Não reparem na nossa mesinha de plástico. Ela ainda está sendo muito útil hahaha.
Saga da Reforma parte 2 by Cantinho da Tarsi

Apesar de ser uma coisa bem simples e pode até ser insignificativa para muita gente, mas para nós, ver a luz instalada foi de muita alegria e sinônimo de mais uma das nossas pequenas conquistas.

Saga da Reforma (Parte 1): Emoção de instalar o primeiro item no apartamento

DSC_0117

Finalmente vou começar a série Saga da Reforma!
Eu e o meu noivo chamamos de Saga, pois é uma loooonga jornada (longa mesmo) que nós iniciamos desde a conquista do nosso apartamento. Uma jornada que estamos caminhando no nosso ritmo, cheia de luta e esforço, pois quem passa por essa fase sabe que não é fácil principalmente para quem tem orçamento super apertado. Isso é um dos fatores que nos leva a colocarmos a mão na massa, estilo DIY (Do It Yourself), sem a contratação de mão de obra especializada.

Não é nada fácil. É uma jornada estressante, cansativa que causa brigas atrás de brigas. Ao mesmo tempo, é uma experiência que está nos proporcionando momentos únicos, de alegria, felicidade, valorização e sentimentos de conquista. Tudo que nós estamos passando faz com que enxerguemos ainda mais o esforço e o suor de cada um de nós, aumenta a nossa admiração e gratidão que sentimos um pelo outro e, principalmente, fortalece a nossa parceria e o nosso amor.

Bom, chega de falação e vamos ao que interessa.

A primeira coisa que nós fizemos logo depois que compramos o apartamento foi a instalação da janela da área de serviço. Por ser um apartamento novo veio sem a janela e para evitar de entrar sujeira e a chuva resolvemos colocar.

Logo depois que nós compramos o apartamento saiu o habite-se e depois de um tempo foi definido o projeto da janela da área de serviço juntamente com o envidraçamento da sacada e a persiana.

Após analisarmos alguns orçamentos, conseguimos fechar com o Marcelo da Jel-Box, que atua na zona Norte de São Paulo. Ele, desde o início, foi super atencioso e paciente para tirar todas as dúvidas e flexível em relação ao valor.

A janela de correr de 2 folhas e o vidro é mini boreal. Levou em torno de 2 semanas para ficar pronta.
Janela 1
A parte de cima tem esquadrilha de alumínio e atrás tem a tela de ventilação, para permitir a ventilação permanente para segurança em caso de vazamento de gás.
Janela 3
Eles fizeram de acordo com o projeto aprovado na assembléia dos condôminos e ao nosso pedido, fizeram um buraco com o tamanho suficiente para passar o cano de gás. Essa alteração foi permitida por não alterar a parte externa da janela. Olhando de frente o buraco não aparece.

Na verdade, já tinha um buraco para passar o cano de gás para fora, mas como nós vamos colocar uma coifa precisávamos de mais um buraco. Então, já que o ar que sai da coifa pode ser gordurosa, invertemos o buraco que seria destinado para a coifa com o buraco do gás.
Janela 7

A instalação foi muto rápida, não levou nem 5 minutos. Eles colocaram direitinho e até hoje não apresentou nenhum problema.

Foi emocionante colocar o primeiro item no nosso apartamento! Emoção e dor no bolso ao mesmo tempo hahaha.

E a saga continua…